quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

O TEMPO...

Esta semana estive em uma daquelas conversas de corredor , com um amigo de empresa e entre um gole e outro (de café !!!) estávamos discutindo sobre o "tempo". Ta aí um negócio que em sua essência não é "precificável" , afinal todos corremos atrás de um pouco mais de tempo, seja para o trabalho, para a família, estudo, lazer, bem estar,  em fim, seja lá qual for a sua demanda de mais tempo, tenho certeza que em algum momento "falta tempo".

Veja só: quanto valeria 1 hora a mais no seu dia ? R$1.000,00 ? R$ 10.000,00 ? E se houvesse uma maquina que fabricasse 25 horas no seu dia ? Quanto ela custaria ? Em fim, é de fato difícil precificar o tempo, chego a conclusão que não é a quantidade de horas do dia que nos diz se estamos com tempo de sobra para fazer o que gostaríamos de fazer, mas sim fazer o que gostamos de fazer a todo momento (seja trabalhando ou a lazer).
Assim, concluo que o tempo não aceita "desaforo", uma vez perdido , ele jamais é recuperado. Desta forma me agrada  pensar que devemos sempre apreciar o "hoje",  aproveitando todas as oportunidades da melhor maneira possível, afinal o HOJE já foi o AMANHÃ de ONTEM.

Uma boa reflexão sobre isso é a letra de uma das minhas musicas preferidas:


Todos os dias quando acordo,Não tenho mais o tempo que passouMas tenho muito tempoTemos todo o tempo do mundo.
Todos os dias antes de dormir,Lembro e esqueço como foi o dia"Sempre em frente,Não temos tempo a perder".......



Desculpem a demora para atualizar esse blog, é que estou, meio sem  "tempo"....rs


um grande abraço,


W.R.

3 comentários:

  1. Boa mestre W.Ramalho.
    E tem gente pensando que tempo só é dinheiro ein !!!

    ResponderExcluir
  2. Very Nice post!Thanks for sharing

    ResponderExcluir
  3. Very Well writte.Just love your articles

    ResponderExcluir